Como treinar seu cérebro para se alimentar de forma mais saudável

Saber o que comer para ter mais saúde, e comer aquilo que é bom para a saúde, são coisas bem distantes uma da outra. A maioria das pessoas sabe que para emagrecer, ter mais saúde e qualidade de vida, é importante manter uma dieta saudável e balanceada, no entanto, são poucas as que realmente mantêm uma dieta adequada.

Se você deseja emagrecer, e quer ter mais saúde, certamente já sabe o que precisa comer diariamente. Mas mesmo com esse conhecimento, pode ser bem difícil adotar hábitos alimentares mais saudáveis.

Os alimentos industrializados têm um poder viciante, e isso nos prende aos hábitos alimentares ruins.

Os alimentos que comemos são capazes de interferir nos níveis de algumas substâncias que agem no nosso cérebro (em especial no centro de recompensa), é por isso que alguns alimentos são tão viciantes.

Mas a boa notícia é que é possível sim treinar o cérebro no sentido de adotar hábitos alimentares mais saudáveis. Para conseguir isso, você só precisará de tempo, paciência e determinação.

Como treinar o seu cérebro para adotar hábitos alimentares mais saudáveis

treinar o cérebro para alimentar de forma mais saudávelConfira agora algumas dicas para te ajudar a treinar o seu cérebro para abandonar hábitos alimentares nocivos e adotar outros mais saudáveis.

1 – Ao comer, pense em como se sentirá depois

Alimentos muito calóricos, ricos em açúcar, sódio e/ou gordura, podem ser prejudiciais à saúde, no entanto, são muito consumidos, principalmente pelo fato de que têm um gosto muito bom.

Além disso, eles podem favorecer a liberação de dopamina no cérebro, por isso, é comum o consumo desse tipo de comida quando estamos frustrados, ansiosos ou tristes. Ao consumir esses alimentos, sentimos certo bem-estar por alguns instantes, e isso pode levar ao vício e à compulsão alimentar.

Para treinar o seu cérebro para se alimentar de forma mais saudável, ou seja, para treinar o seu cérebro para preferir o consumo de alimentos saudáveis, você precisa mudar a maneira como pensa na comida.

Ao comer, pense em como o alimento afetará você, e não apenas no gosto do que está comendo.

É importante que você pense em como se sentirá depois de comer determinado alimento, e não apenas no quanto ele é gostoso.

Por exemplo, depois de comer um fast-food, ou um pedaço enorme de bolo, você provavelmente não se sentirá bem. Os níveis de açúcar no seu sangue, energia e a digestão serão afetados de forma negativa, e isso fará você sofrer com um mal-estar.

Por outro lado, ao comer uma refeição balanceada e saudável, você se sentirá muito melhor, mais energizada(o), satisfeita(o) e leve.

Então, para se livrar do vício dos alimentos ruins, pare de focar apenas no gosto da comida, e pense nos benefícios que uma alimentação saudável poderá trazer para você.

O truque aqui é levar o seu cérebro a obter recompensa e satisfação quando você consumir alimentos saudáveis. Seu cérebro deve vincular o consumo de comida saudável à ideia de ganho de mais saúde e qualidade de vida.

Pense nos prejuízos que uma alimentação ruim pode trazer para a sua saúde e para o seu corpo. O objetivo disso não é fazer você se sentir culpada(o), na verdade, o objetivo é fazer uma mudança positiva que transforme a alimentação saudável em uma norma, e que você se sinta bem com isso.

2 – Fique atenta(o) aos ingredientes

Ficar de olho nos ingredientes que você está colocando dentro do seu corpo, pode te ajudar a treinar o seu cérebro para se alimentar de forma mais saudável.

Acostume-se a olhar os rótulos dos alimentos, e veja quantas substâncias os alimentos processados possuem. Corantes, conservantes e espessantes são apenas alguns exemplos das muitas substâncias presentes dos alimentos industrializados.

Portanto, se você está acostumada(o) a comer sem pensar muito nos ingredientes que está colocando no seu corpo, mude esse hábito, e passe a ler as informações nutricionais dos alimentos.

Para manter uma alimentação sempre saudável, procure comer alimentos naturais, e evite consumir alimentos empacotados.

Priorize a sua saúde, assim ficará mais fácil transformar em norma o hábito de comer alimentos saudáveis.

3 – Experimente diferentes alimentos, sabores e texturas

Comer sempre alimentos industrializados é um hábito que pode desestimular o consumo de alimentos mais saudáveis, como verduras, frutas e legumes. Isso acontece porque os alimentos industrializados são mais saborosos e viciantes.

Por isso, você precisará se esforçar bastante para mudar esse hábito.

Diversificar a sua alimentação diária, experimentando diferentes alimentos saudáveis, cores, texturas e sabores é uma maneira de tornar a sua alimentação agradável, sem precisar recorrer aos alimentos industrializados.

A natureza oferece uma grande diversidade de alimentos, portanto, acostume-se a priorizar os alimentos saudáveis que ela oferece, e você conquistará mais saúde e vitalidade.

Considerações finais

Você não conseguirá treinar o seu cérebro para se alimentar de forma mais saudável da noite para o dia, portanto, é importante que seja perseverante e consistente nos seus novos hábitos.

O início poderá ser bem difícil, no entanto, uma alimentação saudável e balanceada trará benefícios incríveis, então, vale a pena o esforço.

Obs.: Se você encontrar dificuldades para distinguir os alimentos saudáveis dos não saudáveis, procure os conselhos de uma nutricionista.

Cadastre-se Agora e Receba Nosso Livro Digital e Nossas Dicas de Emagrecimento Saudável No Seu Email. Aproveite, É Grátis!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!