Dieta paleolítica: como funciona, vantagens e desvantagens

A dieta paleolítica tem conquistado muita gente, principalmente quem deseja emagrecer. Mas como funciona esse regime? Quais vantagens e desvantagens que ele oferece?

No artigo abaixo vamos explicar como funciona a dieta paleolítica e quais vantagens e desvantagens ela oferece para a saúde.

Como funciona a dieta paleolítica

como funciona a dieta paleolíticaHá milhares de anos atrás, nossos ancestrais viviam em cavernas e sofriam para encontrar comida, assim, não tinham muitas opções no que diz respeito à alimentação.

A caça e a coleta eram as duas únicas maneiras de encontrar comida, e claro, muitas vezes ficavam até mais de 24 horas sem comer, pois nem sempre encontravam caça, e o método de coleta nem sempre rendia comida suficiente.

A vida era difícil, e se alimentar todo dia era sempre um desafio.

Hoje as coisas mudaram bastante. A comida atualmente é extremamente acessível, e temos acesso a uma variedade incrível de alimentos. Não precisamos mais ficar correndo atrás de bichos, e nem precisamos mais andar quilômetros para coletar algumas poucas frutas ou folhas comestíveis.

Para conseguir comida basta ir ao supermercado ou a um restaurante. Simples assim.

Todas essas facilidades são vantajosas, no entanto, agora sofremos por causa da abundância.

Em toda a história da humanidade, nunca o ser humano esteve tão preocupado com o excesso de peso quanto hoje em dia.

A obesidade se tornou uma epidemia, e o excesso de peso tem tirado o sono e a felicidade de muita gente.

Nesse cenário, as pessoas estão em uma busca incansável por dietas e outras maneiras de perder peso, e isso tem feito surgir uma quantidade enorme de regimes e outras propostas de emagrecimento.

A dieta paleolítica é uma proposta de emagrecimento que surgiu com o discurso de que adotar uma alimentação baseada nos hábitos alimentares dos homens das cavernas ajuda a emagrecer e manter a saúde.

A dieta paleolítica tem conquistado uma legião enorme de adeptos, e também tem dividido a opinião de especialistas em alimentação. Alguns afirmam que ela é benéfica para a saúde; outros dizem que ela apresenta vantagens, mas deve ser utilizada com cautela e moderação.

A metodologia da dieta paleolítica

A dieta paleolítica não é complicada. A proposta é comer carne vermelha, restringir o consumo de carboidratos, não se preocupar com as gorduras, parar de comer alimentos processados, beber bastante água e comer frutas e vegetais. Além disso, fugir do açúcar e, de vez em quando, ficar um tempo em jejum.

Segundo os adeptos dessa dieta, o organismo humano não teve tempo de se adaptar aos hábitos alimentares atuais, assim, ele responde com aumento de gordura e doenças.

A solução então seria adotar uma alimentação parecida com aquela dos nossos ancestrais das cavernas.

As vantagens e desvantagens

A dieta paleolítica apresenta algumas vantagens e desvantagens. Vamos ver as principais.

Vantagens
  • O consumo de carne é vantajoso, pois esse alimento possui muita proteína e também aminoácidos essenciais, portanto, comer carne é importante para a saúde.
  • O consumo excessivo de carboidratos, principalmente os refinados, pode sim favorecer o aumento de peso e prejudicar a saúde, portanto, consumir carboidratos de qualidade com moderação é uma boa maneira de melhorar a saúde e emagrecer.
  • Consumir bastante frutas e vegetais é uma boa maneira de nutrir o corpo, pois esses alimentos são ricos em nutrientes.
  • Cortar o açúcar e os alimentos processados pode não só ajudar a melhorar a saúde, mas também emagrecer e manter um peso saudável.
  • As gorduras também são importantes para o corpo humano, afinal, elas têm uma função importante na produção de hormônios, ajudam a manter a temperatura corporal equilibrada, dentre outras funções.
  • Consumir bastante água é essencial para manter a saúde, portanto, essa é uma ótima recomendação.
Desvantagens
  • O consumo excessivo de alimentos ricos em proteínas (como a carne) pode prejudicar a saúde dos rins, retirar o cálcio dos ossos e provocar acidificação do sangue.
  • As frutas são ricas em frutose, e frutose é um tipo de açúcar, portanto, a recomendação é não exagerar. Se você seguir a dieta paleolítica sem orientação, pode acabar exagerando nas porções de frutas e vegetais e ingerindo uma enorme quantidade de calorias.
  • As gorduras são importantes para a saúde, contudo, é preciso consumir de forma moderada. Seguir essa dieta sem orientação pode te levar a consumir muita gordura, podendo ocorrer aumento de peso e prejuízos no que diz respeito à saúde.
  • Algumas versões mais radicais da dieta paleolítica pregam a adoção de uma estratégia que se baseia na ideia de que no passado nossos ancestrais não conseguiam encontrar comida todos os dias, então, acabavam ficando longos períodos em jejum. Assim, a proposta é, de vez em quando, ficar de 16 a 24 horas sem ingerir nenhum alimento. Isso pode ser perigoso, pois o jejum prolongado pode provocar problemas como hipoglicemia, irritabilidade, dor de cabeça, dificuldade de concentração, dentre outras complicações.

Então não devo seguir a dieta paleolítica?

Isso é uma escolha sua, afinal, você tem autonomia para tomar as suas próprias decisões.

No entanto, aconselhamos que se você decidir seguir essa dieta, não faça por conta própria, procure orientação de uma nutricionista, assim você se previne contra eventuais complicações.

Recomendados Para Você:

Cadastre-se Agora e Receba Nosso Livro Digital e Nossas Dicas de Emagrecimento Saudável No Seu Email. Aproveite, É Grátis!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!