Dizem por aí que a Spirulina emagrece, será que é verdade?

A Spirulina é uma espécie de bactéria capaz de fazer fotossíntese. Ela vive em colônias bastante parecidas com algas, e pode ser encontrada apenas em águas com pH muito elevado. Atualmente ela é utilizada como suplemento nutricional, inclusive, por quem deseja perder peso. Mas será que a Spirulina emagrece?

As empresas que comercializam a Spirulina dizem que ela emagrece, no entanto, a sua eficácia ainda não foi comprovada cientificamente.

Por que dizem que a Spirulina emagrece?

spirulina emagreceA Spirulina é rica em uma substância chamada fenilalanina, e quando ingerida, essa substância se transforma em um gel viscoso no estômago, e tem capacidade de desacelerar o esvaziamento gástrico. Isso ajuda a aumentar a sensação de saciedade.

Além disso, as empresas que comercializam a Spirulina dizem que a fenilalanina presente no suplemento funciona como supressor do apetite, pois ela age nos centros hipotalâmicos da fome.

A Spirulina também é muito rica em proteínas, vitaminas como o betacaroteno (que poder ser convertido em vitamina A) e B12, antioxidantes, cálcio, ácidos graxos essenciais, ferro, magnésio e zinco. Todos esses nutrientes são importantes para a saúde, e ajudam no processo de emagrecimento.

Para emagrecer o recomendado é tomar 2,8 g de Spirulina 3 vezes por dia. As cápsulas devem ser tomadas 30 minutos antes de cada refeição.

A falta de comprovação científica

Apesar do que dizem as propagandas, ainda não existe nenhum estudo científico sério e reconhecido que tenha provado a eficácia da Spirulina no processo de emagrecimento.

Em 2002 foi publicado no periódico Journal of the American Nutraceutical Association um estudo realizado pelo professor Amha Belay. Nesse estudo o professor analisa se realmente a Spirulina tem potencial para ser utilizada como um suplemento nutricional nas terapêuticas de saúde.

Segundo o professor Belay, o potencial de aplicação da Spirulina nas áreas de imunomodulação, anti-cancro, anti-viral e redução do colesterol são esmagadoras.

Mas apesar das conclusões animadoras, o próprio professor diz que seu estudo servirá apenas como um guia para futuras pesquisas, e que devem ser realizadas mais pesquisas para que seja possível estabelecer uma base segura para o uso da Spirulina nas terapêuticas de saúde.

Além disso, é preciso levar em consideração outro fator importante: o professor Amha Belay é funcionário da Earthrise Nutritionals Inc., uma empresa norte-americana que comercializa Spirulina no mundo inteiro. Tem outra coisa: o periódico onde foi publicado seu estudo não tem reconhecimento científico.

Quanto à capacidade da Spirulina de aumentar a sensação de saciedade, especialistas dizem que para ela provocar esse feito, seria preciso consumir uma grande quantidade do suplemento, e isso não pode ser feito sem orientação médica.

Além disso, alimentos ricos em fibras também tem a capacidade de prolongar a sensação de saciedade, portanto, para alcançar esse efeito, não é preciso, necessariamente, recorrer à Spirulina.

Conclusão

Como vimos, a Spirulina tem potencial para ser utilizada como um suplemento nutricional, no entanto, ainda não é possível dizer com segurança se ela realmente tem efeitos emagrecedores.

Novas pesquisas científicas precisam ser realizadas para comprovar os seus reais benefícios.

O ideal mesmo é que você não deposite todas as suas esperanças nesse suplemento, já que não existe certeza de que a Spirulina emagrece.

Para emagrecer e manter o peso perdido é importante que você confie nas suas capacidades, mude os seus hábitos alimentares, e comece a fazer exercícios que te ajudarão a perder peso de maneira saudável

Recomendados Para Você:

Cadastre-se Agora e Receba Nosso Livro Digital e Nossas Dicas de Emagrecimento Saudável No Seu Email. Aproveite, É Grátis!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!