O hormônio do estresse pode atrapalhar a perda de peso

Todos nós já tivemos dias e semanas estressantes, e assim como eu, você também já deve ter tentado aliviar o estresse comendo um pote de sorvete ou outra guloseima qualquer.

Mas antes de se culpar por esse tipo de deslize, você precisa entender como o estresse pode afetar o seu processo de emagrecimento, e precisa também ficar atenta(o) para não cair na armadilha das autosabotagens (Leia mais sobre autosabotagens Aqui).

Hoje eu vou apresentar para você o cortisol, um hormônio importante que deixa o corpo preparado para lidar com situações de perigo, mas que em excesso pode destruir o processo de emagrecimento e provocar problemas de saúde.

Como funciona esse hormônio do estresse?

Vamos imaginar uma situação extrema.

hormônio do estresse pode atrapalhar emagrecimento vejaVocê está caminhando pela rua, de repente aparece um carro descontrolado vindo em sua direção, imediatamente vários processos químicos acontecem no seu corpo, e uma resposta de fuga e autopreservação é ativada, e você foge para longe do perigo.

Nessas situações extremas o hipotálamo (região do cérebro que é responsável por essa resposta de fuga e autopreservação) envia mensagens para as glândulas supra-renais informando que elas precisam liberar cortisol e adrenalina.

Isso leva o fígado a liberar grandes quantidades de açúcar na corrente sanguínea, o fluxo sanguíneo no coração aumenta, levando a um aumento da frequência cardíaca.

Todo esse processo é importante para garantir a sobrevivência perante situações perigosas, mas o problema é que o corpo não sabe diferenciar uma situação de risco real de uma situação de risco imaginário, então começam os problemas.

As situações estressantes do dia-a-dia, como os problemas no trabalho, por exemplo, também são capazes de levar o corpo a liberar muito cortisol, assim, muitas pessoas atualmente estão vivendo como se estivessem constantemente em situações de perigo.

Dessa forma, o mecanismo que serve para lidar com situações extremas de curto prazo, na sociedade atual tem se transformado em um grande problema, pois o estresse crônico hiperestimula a produção de cortisol, e provoca diversas complicações.

O excesso de cortisol é capaz de aumentar os riscos de diabetes, depressão, hipertensão arterial, e causar problemas ainda mais graves, com a Síndrome de Cushing.

Além disso, o excesso desse hormônio estimula o acúmulo de gordura na região do abdômen, e aumenta o apetite por alimentos calóricos.

No que diz respeito ao acúmulo de gordura abdominal, isso acontece porque diante das situações de estresse o fígado libera uma grande quantidade de açúcar no sangue, mas esse açúcar acaba não sendo utilizado, e vai direto para a região abdominal.

Outros fatores que podem aumentar a liberação de cortisol

Não são só as situações estressantes mais óbvias que provocam o aumento da liberação de cortisol. A falta de sono, o consumo de álcool, o excesso de cafeína e o hábito de pular refeições também provocam o aumento dos níveis de cortisol na corrente sanguínea.

No que diz respeito ao hábito de pular refeições, seu corpo vê isso como uma mini emergência, então ele ativa todo esse sistema do cortisol que eu relatei acima.

Como lidar com o estresse e reduzir os níveis de cortisol

Para evitar sofrer com os problemas relatados acima, você pode seguir algumas dicas que são capazes de te ajudar a diminuir os seus níveis de estresse e baixar os níveis de cortisol no organismo.

Mudanças na alimentação podem te ajudar a reduzir os níveis de estresse. É importante também procurar mudar alguns hábitos.

1 – Consuma alimentos anti-inflamatórios

Consumir peixes ricos em ômega 3 e alimentos ricos em fibras como feijão e nozes pode te ajudar a reduzir os níveis de cortisol no sangue.

Reduzir o consumo de alimentos ricos em gorduras trans, reduzir o consumo de álcool, evitar o consumo de alimentos processados e ricos em açúcar também pode te ajudar a evitar problemas com o excesso de cortisol.

2 – Quando o desejo de comer guloseimas apertar, faça algo diferente

Quando você estiver estressada(o) e bater aquela vontade louca de comer um pote de sorvete ou outra guloseima qualquer, ao invés de se render imediatamente a esse desejo, procure fazer algo diferente. Por exemplo, tome uma xícara de chá de camomila, isso manterá as suas mãos ocupadas e diminuirá o desejo de atacar alguma guloseima.

Outra forma de driblar o desejo de comer sem estar com fome é sair de casa. Chame um amigo para sair, vá fazer uma caminhada, isso pode te ajudar a evitar comilanças motivadas por questões emocionais.

3 – Faça meditação

A meditação pode te ajudar a manter os níveis e cortisol sob controle. Várias pesquisas científicas já comprovam que a meditação é capaz de promover diversos benefícios para a saúde, portanto, vale a pena tentar.

4 – Diminua o ritmo, e tenha um tempo somente para si

O excesso de tarefas pode aumentar os seus níveis de estresse, portanto, tente reduzir a quantidade de atividades que você faz diariamente. Se for possível cortar algumas das mais estressantes, faça isso.

Outra coisa importante é que você precisa ter um tempo para se dedicar a si mesma(o). Muitas vezes as pessoas colocam as necessidades do trabalho e de outras pessoas na frente de suas próprias necessidades, e se esquecem de que também precisam cuidar de suas questões, o resultado disso é a elevação dos níveis de estresse, e o surgimento de vários problemas.

Estabeleça um tempo para fazer aquilo que gosta, e não abra mão de um tempo para atender as suas próprias necessidades.

Considerações finais

Atualmente o estresse é um grave problema que tem afetado um grande número de pessoas no mundo inteiro, no entanto, mesmo perante os desafios da sociedade atual é possível ter qualidade de vida.

Você precisa ser forte e tomar a decisão de mudar hábitos e encontrar formas de aliviar o estresse. Eu sei que é difícil, mas se você não fizer nada, muito provavelmente vai sofrer a vida inteira com problemas provocados pelo excesso de estresse.

Cadastre-se Agora e Receba Nosso Livro Digital e Nossas Dicas de Emagrecimento Saudável No Seu Email. Aproveite, É Grátis!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. Rosana disse:

    tenho paciencia de sobra, mas fico muito estressada no meu dia a dia em meu trabalho,nao consigo dormir direito as vezes, e quando fico muito nervosa eu nao consigo comer. Sinto vontade de sair e nao voltar mais.