Pular corda emagrece mais que caminhar ou correr?

Pular corda emagrece mais que caminhar ou correr, isso porque é um dos exercícios aeróbicos mais completos e eficientes para acabar com as gordurinhas indesejadas. Além disso, esse treino é excelente para modelar as curvas e deixar as suas pernas e bumbum bem durinhos.

Mas antes de começar a dar os pulinhos, você precisa saber como fazer o treino de maneira correta, já que pular corda é um exercício de alto impacto que pode provocar lesões, caso seja realizado de maneira incorreta.

Pular corda emagrece até 4 kg em 15 dias

Pular corda é um exercício aeróbico que faz o seu corpo queimar muitas calorias. Para você ter uma ideia, 30 minutos de treino podem eliminar até 400 calorias. Isso significa que se você praticar 30 minutos diários durante 15 dias, poderá perder aproximadamente 4 kg.

pular corda emagrece

Pular corda queima mais calorias que caminhar, correr ou pedalar, isso porque exige um esforço corporal muito maior que esses outros exercícios.

Esse exercício, além de ajudar você a emagrecer, fortalece seu coração e pulmão, já que estimula o sistema cardiorrespiratório.

Quando você pula corda, o exercício estimula a circulação e o suor, isso promove a eliminação de toxinas, o que é excelente para ajudar no combate à celulite. Agora você tem mais um motivo para começar a praticar o exercício com regularidade.

Pular corda emagrece, mas você deve ir com calma

Apesar de ser um exercício muito divertido e prazeroso, pular corda pode também causar problemas, caso você não dê atenção a alguns fatores importantes.

Se você está há muito tempo sem fazer nenhum tipo de exercício, deve começar devagar. Comece praticando apenas 10 minutos 03 vezes por semana, e faça uma caminhada durante 20 minutos para completar 30 minutos de exercícios.

Depois de algum tempo, quando você já tiver ganhado mais habilidade e fôlego, pode fazer o exercício durante 30 minutos, 02 ou 03 vezes por semana.

Se você está muito acima do peso, é melhor não pular corda, isso porque o exercício pode acabar machucando as suas articulações. O mesmo vale para quem tem problemas nos joelhos ou tornozelos.

Pessoas com hipertensão ou problema cardiovascular também não devem praticar esse exercício.

Como pular corda corretamente

Antes de começar a praticar o exercício você precisa comprar uma corda adequada. Compre uma corda de vinil, couro ou plástico. As feitas de sisal ou náilon devem ser evitadas, pois são muito leves e podem atrapalhar o seu desempenho ou mesmo provocar acidentes.

Ao comprar uma corda, certifique-se de que ela é proporcional à sua altura, para fazer isso, pegue a corda, e de pé, pise no meio dela e segure as extremidades, se elas alcançarem a sua cintura, quer dizer que a corda serve para você.

Escolha um local aberto para praticar o exercício. Caso não seja possível praticar num local aberto, certifique-se de que o local tenha boa ventilação, e não se esqueça de observar a altura do teto, pois tetos muito baixos podem provocar acidentes.

Prefira praticar o exercício em locais com pisos emborrachados. Se for pular corda em pisos de asfalto, concreto ou mármore, calce um tênis com bons amortecedores. Uma boa opção é colocar um tapete debaixo dos pés.

Pular corda é um exercício aeróbico de impacto, e pode fazer o seu organismo perder muita água, portanto, é importante consumir bastante água durante e depois do treino.

Faça alongamentos antes e depois de pular corda. Cinco minutos antes e cinco depois já é o suficiente para evitar dores e lesões.

Na hora do exercício, comece pulando com os dois pés, e aterrisse com a parte da frente dos seus pés. Depois pule com as suas pernas bem estendidas, e no momento de aterrissar, faça isso com os joelhos dobrados.

Os iniciantes costumam não lidar muito bem com a corda, exageram nos pulos e nos movimentos dos braços. Para se acostumar com o acessório, uma dica é você girar a corda ao lado do seu corpo, igual uma pessoa faz quando bate a corda para outra pular. Toda vez que ela tocar o chão, você deve dar um pulo, assim você se acostuma e logo pode pular corda normalmente.

Mude o ritmo e potencialize os efeitos do exercício

Você pode potencializar os efeitos do exercício mudando o ritmo do treino. Por exemplo: pule 30 segundos devagar, em seguida pule outros 30 segundos numa velocidade moderada, depois pule mais 30 segundos bem depressa. Descanse um pouco e repita, até completar 10 minutos de exercício (caso você seja iniciante. Se você não for tão iniciante assim, repita a série até completar 30 minutos).

Pular corda emagrece, mas…

Pular corda emagrece, mas mesmo assim você precisa dar atenção à maneira como se alimenta. Não adianta nada pular corda todos os dias e continuar comendo porcarias.

Para emagrecer de verdade você precisa também cuidar muito bem da sua alimentação, se não fizer isso, não conseguirá alcançar os resultados que deseja.  

53 Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *