Xenical emagrece mesmo? Saiba como ele age no organismo

Algumas pessoas até fazem dieta e exercícios físicos, no entanto, não conseguem emagrecer. Nesses casos, pode ser indicado o uso de algum medicamento. Um remédio para emagrecer que tem sido bastante utilizado é o Xenical. Mas será que o Xenical emagrece mesmo?

O Xenical emagrece mesmo, no entanto, ele provoca diversos efeitos colaterais, e é indicado apenas para o tratamento a longo prazo de pessoas com sobrepeso ou obesidade. Além disso, só pode ser tomado quando receitado pelo médico.

Xenical emagrece: entenda como ele age no organismo

O componente ativo do Xenical é o orlistate, e esse medicamento, ao contrário do que muita gente pensa, não provoca emagrecimento rápido. Na verdade, ele é um poderoso inibidor das enzimas lipases gastrintestinais e pancreáticas. Essas enzimas são as responsáveis pela digestão e absorção das gorduras.

xenical emagrece mesmoEsse remédio para emagrecer não serve para acabar com a fome, o que ele faz é reduzir em até 30% a absorção das gorduras que a pessoa ingere diariamente através da alimentação.

Ao reduzir a absorção de gorduras, o Xenical provoca um déficit calórico no organismo, o que resulta em acentuada perda de peso.

A gordura que não é absorvida é eliminada através das fezes, e alguns dos efeitos colaterais provocados pelo medicamento acontecem justamente por causa da grande quantidade de gordura que a pessoa excreta por meio das fezes.

Como já foi mencionado, o Xenical emagrece porque impede a absorção de boa parte da gordura ingerida com a alimentação, no entanto, ele não é capaz de impedir totalmente a absorção das gorduras. Aliás, se ele fosse capaz de fazer isso, seria muito perigoso, pois o organismo precisa de uma dose de gordura para funcionar adequadamente.

Como ele não impede a absorção de 100% das gorduras, é importante, além de utilizá-lo sob orientação médica, manter uma dieta adequada. Se a pessoa tomar Xenical e continuar comendo alimentos inadequados, o medicamento não terá um efeito relevante.

O Xenical emagrece, mas ele só deve ser utilizado como um complemento quando a dieta e a prática de exercícios físicos sozinhos não funcionam.

Efeitos colaterais do Xenical

A maioria dos efeitos colaterais provocados pelo Xenical são relacionados ao efeito que ele provoca sobre a absorção das gorduras pelo organismo. O mais comum é a presença de gotas de gordura nas fezes.

Durante o tratamento com Xenical podem aparecer os seguintes efeitos colaterais:

  • Flatulência com presença de gordura
  • Urgência fecal
  • Incontinência fecal
  • Aumento das evacuações diárias
  • Dor abdominal
  • Dor retal

Um fato que deve ser frisado é que uma alimentação muito gordurosa agrava os efeitos colaterais do Xenical. Por outro lado, os efeitos indesejados podem ser minimizados com uma dieta adequada.

Além dos efeitos colaterais apresentados acima, podem ocorrer outros: dor de cabeça, cansaço, ansiedade, dor ao urinar, sintomas de gripe, insônia, irregularidade menstrual.

Contraindicações

O uso de Xenical é contraindicado para pessoas que sofrem com problemas graves do fígado ou colestase. O mesmo vale para quem tem síndrome da má-absorção crônica.

Mulheres grávidas e nutrizes também não devem tomar esse medicamento.

Algumas considerações

De fato o Xenical emagrece, e pode ser um aliado importante no combate à obesidade, no entanto, uma dieta balanceada e saudável, e a prática de exercícios físicos, ainda são os recursos mais seguros e eficazes que devem ser utilizados por quem deseja perder peso.

Lembre-se também de que o Xenical é um medicamento que pode afetar a sua saúde, portanto, de forma alguma o utilize sem orientação médica.

Recomendados Para Você:

Cadastre-se Agora e Receba Nosso Livro Digital e Nossas Dicas de Emagrecimento Saudável No Seu Email. Aproveite, É Grátis!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

2 Comentários

  1. Maria disse:

    Acredita que, certa vez em que estava acima do peso, o médico me receitou Prozac para ajudar a controlar o apetite?
    Disse que este medicamento se destinava, quando foi inventado, a controlar o apetite….Mas notando que pessoas deprimidas ficavam mais otimistas, resolveram usá-lo como antidepressivo.
    Bem, o tal Prozac de nada adianta, pela minha experiência, que foi curta.
    Como só tomei alguns compridos, que não tiravam a fome e não estava deprimida, pu-lo completamente de parte.