9

Dieta da USP original funciona mesmo?

A dieta da USP original é um regime restritivo muito utilizado por pessoas que desejam emagrecer rápido.

Para você ter uma ideia, essa dieta é capaz de fazer uma pessoa emagrecer até 10 kg em apenas 15 dias. No entanto, ela é potencialmente perigosa, e pode fazer mais mal do que bem.

Leia o artigo abaixo e entenda como funciona a dieta da USP e por que ela pode ser perigosa para a sua saúde.

Dieta da USP original: como funciona

dieta da USP original funciona mesmo genteApesar do nome, a dieta da USP original não foi desenvolvida por especialistas da conceituada Universidade de São Paulo.

Na verdade, esse nome foi dado a essa dieta apenas para dar certa credibilidade a ela, e nada mais.

O funcionamento desse regime é bem simples. Basta seguir um cardápio de 7 dias, e no oitavo dia fazer uma parada e comer à vontade, e depois seguir novamente o cardápio da dieta por mais 7 dias.

Essa dieta é bem semelhante à dieta da proteína, afinal, os dois regimes recomendam a redução drástica do consumo de carboidratos, e o aumento do consumo de proteínas e gorduras.

Por ser uma dieta hipocalórica, a dieta da USP realmente faz a pessoa emagrecer muito rápido, contudo, justamente por causa de sua rigidez, ela oferece riscos à saúde, pois priva o corpo de nutrientes importantes.

Principais riscos

Como já dissemos, a dieta da USP realmente pode fazer uma pessoa emagrecer bem rápido, no entanto, quem faz esse regime não perde simplesmente gordura, perde também massa magra e líquidos.

Como essa dieta retira os carboidratos da alimentação, o corpo é obrigado a buscar energia em outras fontes, afinal, sem os carboidratos ele fica sem o seu maior fornecedor de energia.

Na falta dos carboidratos, o corpo busca energia nos músculos, então a pessoa perde rapidamente grande quantidade de massa magra e também de líquidos.

É por isso que o ponteiro da balança mostra resultados tão expressivos.

Como essa dieta provoca perda de massa magra e líquidos, o risco da pessoa sofrer com o efeito sanfona depois do regime é grande, pois quando voltar a comer normalmente, o corpo dará um jeito de repor o que perdeu, então ocorrerá um rápido ganho de peso.

Além disso, dietas muito restritivas fazem o organismo reduzir a velocidade do metabolismo para poupar energia.

Assim, ao terminar o regime e voltar a comer como antes, o risco de engordar tudo de novo é enorme, pois o corpo receberá muito mais energia do que precisa, e ele não jogará fora o excesso de energia, na verdade, vai guardá-lo sob a forma de gordura.

Além do risco de sofrer com o efeito sanfona, a dieta da USP pode provocar outros efeitos colaterais, tais como:

  • Estresse
  • Cansaço
  • Mau hálito
  • Dor de cabeça
  • Irritação
  • Fraqueza muscular
  • Tonturas
  • Prisão de ventre
  • Sonolência diurna
  • Insônia

Além dos incômodos citados acima, essa dieta também pode sobrecarregar os rins (por causa do excesso de proteínas) e provocar até mesmo complicações cardíacas.

Algumas pessoas (especialistas e não especialistas) recomendam esse tipo de regime, na verdade, existem até mesmo cursos online de emagrecimento baseados em dietas rígidas como essa.

Se você quer realmente emagrecer, sem perder a sua saúde e disposição, precisa ter em mente que seguir dietas restritivas não é um bom caminho.

Esse tipo de dieta pode acabar prejudicando a sua saúde.

Pode também te levar a ficar fraca(o) e desanimada(o). Além disso, você corre o risco de encontrar ainda mais dificuldades para perder peso no futuro.

Respeite o seu corpo!

Não o submeta a dietas duvidosas.

Cardápio da dieta da USP

Como já falamos, quem segue essa dieta precisa respeitar um cardápio de 7 dias.

Existem diversas variações do cardápio na internet, sendo que os traços mais marcantes de todas essas variações são a restrição de carboidratos e o alto consumo de proteínas.

Não recomendamos de forma alguma que você siga esse tipo de cardápio, principalmente se você está pensando em fazer dieta sem acompanhamento profissional.

Caso você deseje adotar uma estratégia de emagrecimento mais radical, baseada em restrição alimentar, o recomendado é buscar orientação de uma Nutricionista, para que ela te oriente quanto aos riscos e benefícios desse tipo de estratégia.

Considerações finais

Se você deseja emagrecer e ter um corpo sempre bonito, forte e saudável, esqueça de vez as dietas restritivas.

Prefira sempre a reeducação alimentar, afinal, essa é a forma mais segura e eficaz de perder peso e manter o peso ideal ao longo do tempo.

É claro que os resultados proporcionados pela reeducação alimentar demoram mais para aparecer, no entanto, essa estratégia proporciona resultados reais e duradouros, e não prejudica a sua saúde.

Você pode potencializar seus resultados aliando reeducação alimentar com atividades físicas.

Dieta da USP original funciona mesmo?
Avalie o Texto!
RECOMENDAMOS PARA VOCÊ:

Comments are closed